Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

«

»

jun 18

UMA PAUSA PARA MEDITAÇÃO

NAMASTÊ - 2017

MEDITAÇÃO: FONTE DE ENRIQUECIMENTO DA ALMA – 

*Luiz Antonio de Moura – 

TEMA PARA A SEMANA: SOLIDARIEDADESer solidário é saber compartilhar com o outro tudo aquilo que se passa com a vida dele: fome, sede, frio, desemprego, injustiça, traição, medo, arrependimento, angústia, alegria, felicidade. Enfim, tudo o que o outro está passando, mexe comigo e faz com que eu, ainda que não faça nada de concreto, caminhe ao lado dele, dando força, coragem, ou mesmo regozijando-me com sua alegria e felicidade, mostrando que ele, em qualquer circunstância, não está sozinho.

MEDITE: Leia com atenção este pequeno roteiro e, em seguida, inicie a meditação sentando de forma confortável (de preferência no chão, em uma almofada sobre um tapete ou um tatame, na posição que melhor proporcionar alguns minutos em total entrega, sem dores nas pernas ou no corpo), mantenha os olhos semifechados e, com as mãos atravessadas sobre as pernas, sinta cada parte do seu corpo, suas energias e suas potências. Respire profundamente, enchendo e esvaziando os pulmões de forma lenta e suave. Afaste da mente qualquer pensamento relativo ao mundo exterior e caminhe na direção do seu interior. Com serenidade e respeito abra a porta da sua alma e vá entrando, bem devagar, observando todas as coisas. Tudo o que encontrar ali naquele cenário é reflexo de quem você realmente é. Não se assuste, com o tempo e com a prática, você começará a colocar todas as coisas nos devidos lugares. Neste primeiro encontro, apenas observe: as coisas que te afetam, suas ações e reações, suas alegrias e tristezas, seus medos. Por um pequeno período, contemple toda esta primeira parte do seu interior. Mantenha a respiração profunda: enchendo e esvaziando os pulmões de maneira suave e serena.

Lentamente, feche a porta da sua alma e saia de forma calma, serena e respeitosa. Aprenda a respeitar-se a si mesmo(a).

Nada do que viu é diferente dos demais seres humanos. Não tenha medo ou fique impressionado(a).

Apenas, neste momento, avalie como tem sido o seu procedimento diante dos demais seres humanos que, na essência, são iguais a você. Tem sido solidário ou solidária com o seu próximo? Tem aproveitado cada momento da vida para compartilhar um pouco de tudo com o outro?

“Nossa mente é como um rio, no qual pensamentos e sentimentos estão sempre fluindo” (Thich Nhât Hanh)

Faça esta reflexão durante a semana e procure ajustar-se a ao modelo proposto: devemos ser sempre solidários com os que sofrem, com os carentes e com os que estão felizes também, sem perdermos o respeito e o amor próprios.

Abrace esta ideia. Na próxima semana, outro tema será proposto.

NAMASTÊ - 3

Namastê! 

____________________________

 *Luiz Antonio de Moura é um caminhante, um pensador e um cultor do silêncio!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Apoio: