Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

Arquivo por categoria: LITURGIA DIÁRIA

jul 20

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

nova-liturgia-2

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 15ª SEMANA COMUM – QUINTA-FEIRA – 20/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO – (Ex 3,13-20) –

Naqueles dias,  ouvindo a voz do Senhor do meio da sarça,  13 Moisés disse a Deus:  'Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi:  'O Deus de vossos pais enviou-me a vós'.  Mas, se eles perguntarem:  'Qual é o seu nome?' o que lhes devo responder?'  14 Deus disse a Moisés:  'Eu Sou aquele que sou'. E acrescentou:  'Assim responderás aos filhos de Israel:  `Eu sou enviou-me a vós' '.  15 E Deus disse ainda a Moisés:  'Assim dirás aos filhos de Israel:  'O Senhor, o Deus de vossos pais,  o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó,  enviou-me a vós'.  Este é o meu nome para sempre,  e assim serei lembrado de geração em geração.  16 Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes:  'O Senhor, o Deus de vossos pais,  o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó,  apareceu-me, dizendo:  Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito.  17 E decidi tirar-vos da opressão do Egito  e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas,  dos amorreus, dos fereseus, dos heveus e dos jebuseus,  a uma terra onde corre leite e mel.  18 Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel,  irás ao rei do Egito e lhe direis:  'O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro.  E, agora, temos que ir, a três dias de marcha no deserto,  para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus'.  19 Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir,  se não for obrigado por mão forte.  20 Por isso, estenderei minha mão  e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios  que vou realizar no meio deles.  Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir'. 

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 19

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

nova-liturgia-2

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 15ª SEMANA COMUM – QUARTA-FEIRA – 19/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO – (Ex  3,1-6.9-12) –

Naqueles dias:  1 Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro,  sacerdote de Madiã.  Levou um dia, o rebanho deserto adentro  e chegou ao monte de Deus, o Horeb.  2 Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo,  do meio de uma sarça.  Moisés notou que a sarça estava em chamas,  mas não se consumia, e disse consigo:  3 'Vou aproximar-se desta visão extraordinária,  para ver porque a sarça não se consome'.  4 O Senhor viu que Moisés se aproximava para observar  e chamou-o do meio da sarça, dizendo: 'Moisés! Moisés!'  Ele respondeu: 'Aqui estou'.  5 E Deus disse: 'Não te aproximes!  Tira as sandálias dos pés,  porque o lugar onde estás é uma terra santa'.  6 E acrescentou:  'Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão,  o Deus de Isaac e o Deus de Jacó'.  Moisés cobriu o rosto, pois temia olhar para Deus.  9 E agora, o clamor dos filhos de Israel chegou até mim,  e vi a opressão que os egípcios fazem pesar sobre eles.  10 Mas vai, eu te envio ao Faraó,  para que faças sair do Egito o meu povo,  os filhos de Israel'.  11 E Moisés disse a Deus:  'Quem sou eu para ir ao Faraó  e fazer sair os filhos de Israel do Egito?'  12 Deus lhe disse: 'Eu estarei contigo;  e este será o sinal de que fui eu que te enviei:  quando tiveres tirado do Egito o povo,  vós servireis a Deus sobre esta montanha'.  

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 18

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

nova-liturgia-2

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 15ª SEMANA COMUM – TERÇA-FEIRA – 18/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO – (Ex 2,1-15a) –

Naqueles dias:  1 Um homem da família de Levi  casou-se com uma mulher da mesma tribo,  2 e ela concebeu e deu à luz um filho.  Ao ver que era um belo menino,  manteve-o escondido durante três meses.  3 Mas não podendo escondê-lo por mais tempo,  tomou uma cesta de junco,  calafetou-a com betume e piche,  pôs dentro dela a criança  e deixou-a entre os caniços na margem do rio Nilo.  4 A irmã do menino ficou a certa distância  para ver o que ia acontecer.  5 A filha do Faraó desceu para se banhar no rio,  enquanto suas companheiras passeavam pela margem.  Vendo, então, a cesta no meio dos caniços,  mandou uma das servas apanhá-la.  6 Abrindo a cesta, viu a criança:  era um menino, que chorava.  Ela compadeceu-se dele e disse:  'É um menino dos hebreus'.  7 A irmã do menino disse, então, à filha do Faraó:  'Queres que te vá chamar uma mulher hebreia,  que possa amamentar o menino?'  8 A filha do Faraó respondeu: 'Vai'.  E a menina foi e chamou a mãe do menino.  9 A filha do Faraó disse à mulher:  'Leva este menino, amamenta-o para mim,  e eu te pagarei o teu salário'.  A mulher levou o menino e amamentou.  10 Quando já estava crescido,  ela levou-o à filha do Faraó,  que o adotou como filho  e lhe deu o nome de Moisés,  porque, disse ela, 'eu o tirei das águas'.  11 Um dia, quando já era adulto,  Moisés saiu para visitar seus irmãos hebreus;  viu sua aflição  e como um egípcio maltratava um deles.  12 Olhou para os lados e, não vendo ninguém,  matou o egípcio e escondeu-o na areia.  13 No dia seguinte, saiu de novo e viu dois hebreus brigando,  e disse ao agressor:  'Por que bates no teu companheiro?'  14 E este replicou:  'Quem te estabeleceu nosso chefe e nosso juiz?  Acaso pretendes matar-me, como mataste o egípcio?'  Moisés ficou com medo e disse consigo:  'Com certeza, o fato se tornou conhecido'.  15a O Faraó foi informado do que aconteceu,  e procurava matar Moisés.  Mas este, fugindo da sua vista,  parou na terra de Madiã.  

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 17

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

nova-liturgia-2

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 15ª SEMANA COMUM – SEGUNDA-FEIRA – 17/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO – (Ex 1,8-14.22) –

Naqueles dias:  8 Surgiu um novo rei no Egito,  que não tinha conhecido José,  9 e disse ao seu povo:  'Olhai como o povo dos filhos de Israel  é mais numeroso e mais forte do que nós.  10 Vamos agir com prudência em relação a ele,  para impedir que continue crescendo  e, em caso de guerra,  se una aos nossos inimigos,  combata contra nós  e acabe por sair do país'.  11 Estabeleceram inspetores de obras,  para que o oprimissem com trabalhos penosos;  e foi assim que ele construiu para o Faraó  as cidades-entrepostos Pitom e Ramsés.  12 Mas, quanto mais o oprimiam,  tanto mais se multiplicava e crescia.  13 Obcecados pelo medo dos filhos de Israel,  os egípcios impuseram-lhes uma dura escravidão.  14 E tornaram-lhes a vida amarga  pelo pesado trabalho da preparação do barro e dos tijolos,  com toda a espécie de trabalhos dos campos  e outros serviços que os levavam a fazer à força.  22 Então, o Faraó deu esta ordem a todo o seu povo:  'Lançai ao rio Nilo todos os meninos hebreus recém-nascidos,  mas poupai a vida das meninas'. 

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 16

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

liturgia-eucaristica

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 15º DOMINGO DO TEMPO COMUM – 16/07/2017 –

PRIMEIRA LEITURA

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA ISAÍAS – (Is 55,10-11) –

Isto diz o Senhor: 10 assim como a chuva e a neve descem do céu e para lá não voltam mais, mas vêm irrigar e fecundar a terra, e fazê-la germinar e dar semente, para o plantio e para a alimentação, 11 assim a palavra que sair de minha boca: não voltará para mim vazia; antes, realizará tudo que for de minha vontade e produzirá os efeitos que pretendi, ao enviá-la.

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

SALMO RESPONSORIAL

– A semente caiu em terra boa e deu fruto.

– A semente caiu em terra boa e deu fruto.

SEGUNDA LEITURA

LEITURA DA CARTA DE SÃO PAULO AOS ROMANOS (Rm 8, 18-23)

Irmãos: 18 Eu entendo que os sofrimentos do tempo presente nem merecem ser comparados com a glória que deve ser revelada em nós. 19 De fato, toda a criação está esperando ansiosamente o momento de se revelarem os filhos de Deus. 20 Pois a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua livre vontade, mas por sua dependência daquele que a sujeitou; 21 também ela espera ser libertada da escravidão da corrupção e, assim, participar da liberdade e da glória dos filhos de Deus. 22 Com efeito, sabemos que toda a criação, até ao tempo presente, está gemendo como que em dores de parto. 23 E não somente ela, mas nós também, que temos os primeiros frutos do Espírito, estamos interiormente gemendo, aguardando a adoção filial e a libertação para o nosso corpo. 

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 15

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

LITURGIA DA PÁSCOA

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 14ª SEMANA COMUM – SÁBADO – 15/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO GÊNESIS – (Gn 49,29-32; 50,15-26a) –

Naqueles dias,  Jacó transmitiu as suas ordens a seus filhos, dizendo:  29 'Eu vou juntar-me ao meu povo;  sepultai-me com meus pais na gruta de Macpela,  que está no campo de Efron, o hitita,  30 defronte de Mambré, no país de Canaã.  É a gruta que Abraão comprou a Efron, o hitita,  junto com o campo, como propriedade funerária.  31 Lá foram sepultados Abraão e Sara, sua mulher,  ali se sepultaram também Isaac e sua mulher Rebeca;  e foi lá que sepultei Lia'.  32 Quando Jacó acabou de dar suas instruções aos filhos,  recolheu os pés sobre a cama e morreu;  e foi reunido aos seus.  50,15 Ao verem que seu pai tinha morrido,  os irmãos de José disseram entre si:  'Não aconteça que José se lembre da injúria que padeceu,  e nos faça pagar todo o mal que lhe fizemos'.  16 E mandaram dizer-lhe:  'Teu pai, antes de morrer, ordenou-nos  17 que te disséssemos estas palavras:  'Peço-te que esqueças o crime de teus irmãos,  e o pecado e a maldade que usaram contra ti'.  Nós pedimos, pois, que perdoes  o crime dos servos do Deus de teu pai'.  Ouvindo isto, José pôs-se a chorar.  18 Vieram seus irmãos e prostraram-se diante dele,  dizendo: 'Somos teus servos'.  19 Ele respondeu: 'Não tenhais medo.  Sou eu, porventura, Deus?  20 Vós pensastes fazer mal contra mim.  Deus, porém, converteu-o em bem,  para dar vida a um povo numeroso,  como vedes presentemente.  21 Não temais: eu vos sustentarei e a vossos filhos'.  E assim os consolou,  falando-lhes com doçura e mansidão.  22 E José ficou morando no Egito,  com toda a família de seu pai,  e viveu cento e dez anos.  23 José viu os filhos de Efraim até à terceira geração,  e os filhos de Maquir, filho de Manassés,  que José também recebeu sobre seus joelhos.  24 José disse aos seus irmãos:  'Eu vou morrer. Deus vos visitará  e vos fará subir deste país  para a terra que ele jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó'.  25 Depois de tê-los feito jurar e de ter dito:  'Quando Deus vos visitar, levai daqui os meus ossos convosco'.  26a José morreu, completando cento e dez anos de vida.

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 14

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

LITURGIA DA PÁSCOA

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 14ª SEMANA COMUM – SEXTA-FEIRA – 14/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO GÊNESIS – (Gn 46,1-7.28-30) –

Naqueles dias:  1 Israel partiu com tudo o que tinha.  Ao chegar a Bersabéia, ofereceu sacrifícios  ao Deus de seu pai Isaac.  2 Deus falou a Israel em visão noturna, dizendo-lhe:  'Jacó! Jacó!'.  Ele respondeu: 'Aqui estou!'  3 E Deus lhe falou: 'Eu sou Deus, o Deus de teu pai:  não tenhas medo de descer ao Egito,  pois lá farei de ti uma grande nação.  4 Eu mesmo descerei contigo ao Egito  e te reconduzirei de lá quando voltares;  e é José que te fechará os olhos'.  5 Jacó levantou-se e deixou Bersabéia,  e seus filhos o puseram, com as crianças e as mulheres,  sobre os carros que o Faraó enviara para os transportar.  6 Levaram, também, tudo o que possuíam na terra de Canaã;  e foram para o Egito, Jacó com toda a sua família,  7 com seus filhos e netos, suas filhas e toda a sua  descendência.  28 Jacó enviou Judá na frente  para avisar José e fazê-lo vir ao seu encontro em Gessen.  E chegaram à terra de Gessen.  29 José mandou atrelar seu carro  e subiu a Gessen ao encontrou do pai.  Logo que o viu, lançou-se ao seu pescoço  e, abraçado a ele, chorou longamente.  30 Israel disse a José:  'Agora, morrerei contente,  porque vi a tua face e te deixo com vida'.     

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 13

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

LITURGIA DA PÁSCOA

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 14ª SEMANA COMUM – QUINTA-FEIRA – 13/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO GÊNESIS – (Gn 44,18-21.23b-29; 45,1-5) –

Naqueles dias:  18 Judá aproximou-se de José e, cheio de ânimo, disse:  'Perdão, meu senhor,  permite ao teu servo falar com toda a franqueza,  sem que se acenda a tua cólera contra mim.  Afinal, tu és como um faraó!  19 Foi meu senhor quem perguntou a seus servos:  'Ainda tendes pai ou algum outro irmão?'  20 E nós respondemos ao meu senhor:  'Temos um pai já velho e um menino  nascido em sua velhice,  cujo irmão morreu;  é o único filho de sua mãe que resta,  e seu pai o ama com muita ternura'.  21 E tu disseste a teus servos:  'Trazei-o a mim, para que eu possa vê-lo'.  23b 'Se não vier convosco o vosso irmão mais novo,  não vereis mais a minha face'.  24 Quando, pois, voltamos para junto de teu servo, nosso pai,  contamos tudo o que o meu senhor tinha dito.  25 Mais tarde disse-nos nosso pai:  'Voltai e comprai para nós algum trigo'.  26 E nós lhe respondemos: 'Não podemos ir,  a não ser que o nosso irmão mais novo vá conosco.  De outra maneira, sem ele,  não nos podemos apresentar àquele homem'.  27 E o teu servo, nosso pai, respondeu:  'Bem sabeis que minha mulher me deu apenas dois filhos.  28 Um deles saiu de casa e eu disse:  Um animal feroz o devorou!  E até agora não apareceu.  29 Se me levardes também este,  e lhe acontecer alguma desgraça no caminho,  fareis descer de desgosto meus cabelos brancos  à morada dos mortos' '.  45,1 Então José não pôde mais conter-se  diante de todos os que o rodeavam,  e gritou: 'Mandai sair toda a gente!'.  E, assim, não ficou mais ninguém com ele,  quando se deu a conhecer aos irmãos.  2 José rompeu num choro tão forte,  que os egípcios ouviram e toda a casa do Faraó.  3 E José disse a seus irmãos:  'Eu sou José! Meu pai ainda vive?'  Mas os irmãos não podiam responder-lhe nada,  pois foram tomados de um enorme terror.  4 Ele, porém, cheio de clemência, lhes disse:  'Aproximai-vos de mim'.  Tendo-se eles aproximado, disse:  'Eu sou José, vosso irmão,  a quem vendestes para o Egito.  5 Entretanto, não vos aflijais, nem vos atormenteis,  por me terdes vendido a este país.  Porque foi para a vossa salvação  que Deus me mandou adiante de vós, para o Egito'.     

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 12

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

LITURGIA DA PÁSCOA

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 14ª SEMANA COMUM – QUARTA-FEIRA – 12/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO GÊNESIS – (Gn 41,55-57.42,5-7a.17-24a) –

Naqueles dias:  55 Todo o Egito começou a sentir fome,  e o povo clamou ao Faraó, pedindo alimento.  E ele respondeu-lhe:  'Dirigi-vos a José e fazei o que ele vos disser'.  56 Quando a fome se estendeu a todo o país,  José abriu os celeiros e vendeu trigo aos egípcios,  porque a fome também os oprimia.  57 De toda as nações vinham ao Egito comprar alimento,  pois a fome era dura em toda a terra.  42,5 Os filhos de Israel entraram na terra do Egito com outros  que também iam comprar trigo, pois havia fome em Canaã.  6 José era governador na terra do Egito  e, conforme a sua vontade, se vendia trigo à população.  Chegando os irmãos de José,  prostraram-se diante dele com o rosto em terra.  7a Ao ver seus irmãos, José os reconheceu.  17 E mandou metê-los na prisão durante três dias.  18 E, no terceiro dia, disse-lhes:  'Fazei o que já vos disse e vivereis, pois eu temo a Deus.  19 Se sois sinceros, fique um dos irmãos preso aqui no cárcere,  e vós outros ide levar para vossas casas o trigo que comprastes.  20 Mas trazei-me o vosso irmão mais novo,  para que eu possa provar a verdade de vossas palavras,  e não morrerdes'.  Eles fizeram como José lhes tinha dito.  21 E diziam uns aos outros:  'Sofremos justamente estas coisas,  porque pecamos contra o nosso irmão:  vimos a sua angústia,  quando nos pedia compaixão,  e no o atendemos.  É por isso que nos veio esta tribulação'.  22 Rúben disse-lhes: 'Não vos adverti dizendo:  'Não pequeis contra o menino?'  E vós não me escutastes.  E agora nos pedem conta do seu sangue'.  23 Ora, eles não sabiam que José os entendia,  pois lhes falava por meio de intérprete.  24a Então, José afastou-se deles e chorou.     

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

jul 11

LITURGIA DA PALAVRA: A FORÇA DA UNIDADE

LITURGIA DA PÁSCOA

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 14ª SEMANA COMUM – TERÇA-FEIRA – 11/07/2017 –

LEITURA DO LIVRO DO GÊNESIS – (Gn 32,23-33) –

Naqueles dias:  23 Jacó levantou-se ainda de noite,  tomou suas duas mulheres,  as duas escravas e os onze filhos,  e passou o vau do Jacob.  24 Depois de tê-los ajudado a passar a torrente,  e atravessar tudo o que lhe pertencia,  25 Jacó ficou só.  E eis que um homem se pôs a lutar com ele  até o raiar da aurora.  26 Vendo que não podia vencê-lo,  este tocou-lhe o nervo da coxa  e logo o tendão da coxa de Jacó se deslocou,  enquanto lutava com ele.  27 O homem disse a Jacó:  'Larga-me, pois já surge a aurora'.  Mas Jacó respondeu:  'Não te largarei, se não me abençoares'.  28 O homem perguntou-lhe:  'Qual é o teu nome?'  Respondeu: 'Jacó'.  29 Ele lhe disse:  'De modo algum te chamarás Jacó, mas Israel;  porque lutaste com Deus e com os homens e venceste'.  30 Perguntou-lhe Jacó:  'Dize-me, por favor, o teu nome'.  Ele respondeu: 'Por que perguntas o meu nome?'  E ali mesmo o abençoou.  31 Jacó deu a esse lugar o nome de Fanuel,  dizendo: 'Vi Deus face a face  e foi poupada a minha vida'.  32 Surgiu o sol quando ele atravessava Fanuel;  e ia mancando por causa da coxa.  33 Por isso os filhos de Israel não comem até hoje  o nervo da articulação da coxa,  pois Jacó foi ferido nesse nervo.    

– Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

                                

FONTE: http://www.catolicoorante.com.br/liturgia

Posts mais antigos «

Apoio: