Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

«

»

mar 13

LITURGIA NA QUARESMA: TEMPO DE REFLEXÃO

LITURGIA DA PÁSCOA

4ª SEMANA DA QUARESMA – LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – TERÇA-FEIRA –– 13/03/2018 ––

LEITURA DO LIVRO DO PROFETA EZEQUIEL – (Ez 47,1-9.12) –

Naqueles dias: 1 O homem fez-me voltar à entrada do Templo e lá vi uma corrente de água que brotava sob a soleira da Casa e corria para o oriente, pois a fachada do Templo estava voltada para o oriente. A água vinha de debaixo do lado direito do Templo, ao lado sul do altar. 2Ele levou-me pelo pórtico setentrional e fez-me girar por fora, para o pórtico externo, voltado para o oriente, e eis que a água escorria do lado direito. 3 O homem saiu em direção ao leste, com o cordão de medição na mão, e mediu mil côvados. Depois, fez-me atravessar a água, que chegava até os tornozelos. 4 Mediu mais mil côvados e fez-me atravessar a água, que atingia os joelhos. Mediu mais mil côvados e fez-me atravessar a água, que atingia a cintura. Mediu mais mil côvados e aí já era um rio impossível de se atravessar, pois a água era profunda demais. Era água em que se podia nadar, uma torrente impossível de se atravessar a pé. 6 Disse-me então: “Viste, filho do homem?” E conduziu-me de volta ao longo da margem do rio. 7 Ao voltar, vi grandes árvores sobre ambas as margens do rio. 8 E disse-me o homem: “Esta água escorre para o distrito oriental e de lá desce para o vale do Jordão. Quando as águas chegarem ao mar em uma água corrompida, estas se tornarão saudáveis. 9Acontecerá que, em qualquer parte aonde chegar este rio, qualquer ser que por lá se movimente conservará a vida. Haverá grande quantidade de peixes, pois aonde o rio chega traz a saúde, e tudo que entra em contato com ele conservará a vida. 12 E sobre ambas as margens do rio crescerão árvores frutíferas das mais variadas espécies, cujas folhas não murcharão e cujos frutos nunca acabarão; amadurecerão de mês em mês, pois aquelas águas vêm do Santuário. Os frutos servirão de alimento e as folhas de remédio”. 

- Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

                                  FONTE: http://www.loyola.com.br/liturgia_diaria.asp?dia=17&mes=1&ano=2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Apoio: