Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

«

»

set 16

FREI JOSÉ ARIOVALDO – O POETA NÃO MORREU!

FREI ARIOVALDO -3

Pedido ao Capitão

  (Frei José Ariovaldo da Silva, OFM – 08.01.2017 

Muito antigamente

no sertão do Ceará,

derrubar uma carnaúba

pra fazer um pequeno casebre

de um pobre sertanejo

foi motivo de bronca e castigo,

pois esta árvore sagrada

servia de sombra para o gado

do opulento fazendeiro.

Informação, por acaso, colhida

do admirável José de Alencar

e creio ser verdadeiro.

Hoje, Brasil afora,

milhões de árvores abatidas

pra criar gado de corte,

fazem rico enricar

e um povo todo condenar

à lenta morte.

Senhor capitão-mor,

com todo respeito,

permita uma carnaúba morrer

para o pobre se proteger.

Deixe a floresta viver

pra raça humana sobreviver.           

TROCA DE COMANDO

            ( José Ariovaldo da Silva - Brasília, 15.08.2017)

 Estou em Brasília...

Acheguei-me à janela 

e, dela,

unido ao povo aflito

desta nação verde-amarela,

com Jesus

a caminho da cruz

soltei de novo aquele grito:

Jerusalém, Jerusalém,

que matas os profetas

e apedrejas os que te foram enviados...

Mas dias outros, virão, com certeza,

e com eles o fim dessa secura e tristeza,

depressão:

Após a treva mortal do deus mercado,

será a vez da Vida, eterna Luz que reluz,

a da Justiça do Deus negado,

ressurreição.

Sob este comando caminho:

libertadora direção

que me seduz

e ao azul-e-branco

me conduz. 

INTEGRAÇÃO

                 (José Ariovaldo da Silva, OFM - 27.08.2017)

Sacerdotiza no meu templo ardente,

profetiza no meu chão carente,

rainha no meu palácio-gente,

clareia-me a perturbadora mente,

desnuda-me a alma deste corpo crente

e, desse trono, serena, linda e sorridente,

canta a beleza da vida que nos consente

o eterno abraço amoroso, comovente,

no total vazio de nós, simplesmente,

que da diva Pobreza o corpo agora sente...

Não mais sou eu, pálido vivente.

Sou tu que eu sou, somente,

Clara e Francisco, finalmente.

  ___________________________________________________
*Frei José Ariovaldo da Silva é frade franciscano (OFM); doutor em Liturgia pelo Pontifício Instituto Litúrgico de Roma; professor do Instituto Teológico Franciscano (Petrópolis, RJ); membro da equipe de reflexão da Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB; membro do Centro de Liturgia “Dom Clemente Isnard”, ligado ao Instituto Pio XI (UNISAL – São Paulo); foi membro da Comissão para Acabamento da Basílica de Aparecida; assessor de Liturgia, conferencista, escritor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Apoio: