Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

«

»

mar 13

EVANGELHO NA QUARESMA: JESUS VEIO NOS LIBERTAR

BÍBLIA - O CAMINHO

4ª SEMANA DA QUARESMA – TERÇA-FEIRA – 13/03/2018 –

 Evangelho (Jo 5,1-16)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.

— Glória a vós, Senhor.

1 Naqueles dias ocorrendo uma festa dos judeus, subiu Jesus até Jerusalém. 2 Existe em Jerusalém, próximo à Porta das Ovelhas, uma piscina chamada, em hebraico, Betezatá, com cinco colunatas. Debaixo delas ficava uma multidão de doentes, cegos, coxos, mutilados que esperavam a agitação da água, 4 pois em dados momentos o anjo do Senhor descia à piscina; a água se agitava e o primeiro que lá entrava, depois que a água borbulhava, ficava curado, fosse qual fosse a sua doença.5 Ora, encontrava-se ali um homem que estava doente havia trinta e oito anos: 6 Quando Jesus o viu estendido e, sabendo que havia muito tempo que estava naquela situação, perguntou-lhe: “Queres sarar?”. 7 O doente respondeu: “Senhor, não tenho ninguém que me faça mergulhar na piscina quando borbulham as águas. Quando chego, outro já desceu antes de mim!”. 8 Jesus lhe disse: “Levanta-te, apanha teu leito e anda”. 9 No mesmo instante o homem ficou curado. Apanhou seu leito e começou a andar. 10 Era sábado. Por isso, os judeus disseram ao que tinha sido curado: “É sábado. Não te é permitido carregar o leito”. 11 Ele se desculpou: “O que me curou ordenou também que eu pegasse o leito e andasse”. 12 Perguntaram-lhe: “Quem foi o homem que te disse: ‘Toma teu leito e anda?’”. 13 O que tinha sido curado não sabia quem era, porque Jesus tinha desaparecido na confusão que havia ali. 14 Mais tarde, Jesus o encontrou no Templo e lhe disse: “Vê, ficaste curado. Não peques mais, para que te não aconteça coisa pior”. 15 O homem saiu e foi avisar aos judeus que era Jesus quem o havia curado. 16 Por isso os judeus perseguiam Jesus, porque fazia coisas assim no dia de sábado.

–– Palavra da salvação!

— Glória a vós, Senhor.

REFLEXÃO:

“O homem queria ser curado. Lamentou-se que tinha esperado trinta e oito anos a chance de entrar na água da piscina quando o anjo a agitava. Mas sempre alguém entrava antes dele. Jesus, então, cheio de compaixão, disse-lhe: “Levanta-te, pega tua cama e anda” (Jo 5,8). Consideremos os trinta e oito anos de espera daquele homem pelo momento de sua cura. Entre nós há pessoas que passam anos e anos sem pedir a Deus a cura espiritual porque não têm condição de ir a um padre para se confessar, ou por outros motivos. Quando Deus nos possibilita o perdão e nossa cura espiritual imediata no momento em que nos confessamos, não precisamos esperar trinta e oito anos. A Igreja nos dá esta possibilidade de encontrar um confessor para nos curar assim que nos confessamos. Ora, por mais tempo que ficamos sem nos confessar, sempre há chance, enquanto estamos vivos. Não precisamos competir com ninguém para que chegue nossa vez.” (Autor: Pe. Valdir Marques, SJ, Doutor em Teologia Bíblica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma).

  FONTE: http://www.loyola.com.br/liturgia_diaria.asp?dia=15&mes=1&ano=2018  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Apoio: