Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

Arquivo por mês: maio 2018

mai 31

A PALAVRA DE DEUS: PALAVRA QUE EDIFICA

NOVA LOGO DO BLOG

A PALAVRA PARA VOCÊ –

QUINTA-FEIRA – 31/05/2018 –

I LIVRO DO PROFETA SAMUEL - Capítulo 16, 14-23 –

 – DAVI É UNGIDO REI –

14O Espírito do Senhor retirou-se de Saul, e um espírito mau veio sobre ele, enviado pelo Senhor.15Os homens de Saul disseram-lhe: Eis que um mau espírito de Deus veio sobre ti.16Que nosso senhor ordene, e teus servos aqui presentes procurarão um homem que saiba tocar harpa e, quando o mau espírito de Deus estiver sobre ti, ele tocará o instrumento para acalmar-te.17Está bem, respondeu Saul, procurai-me um bom músico e trazei-mo.18Um dos servos declarou: Conheço um filho de Isaí de Belém que sabe tocar muito bem: é valente e forte, fala bem, tem um belo rosto, e o Senhor está com ele.19Saul mandou mensageiros a Isaí, para dizer-lhe: Manda-me o teu filho Davi, o pastor.20Isaí tomou um jumento carregado com pão, um odre de vinho e um cabrito, e mandou esses presentes a Saul, por seu filho.21Davi chegou à casa do rei e apresentou-se a ele. Saul afeiçoou-se a Davi e o fez seu escudeiro.22Mandou então dizer a Isaí: Peço-te que deixes Davi a meu serviço, porque ele me é simpático.23E sempre que o espírito mau de Deus acometia o rei, Davi tomava a harpa e tocava. Saul acalmava-se, sentia-se aliviado e o espírito mau o deixava.

  FONTE: http://claret.org.br/biblia __________________________________________ *Leitura do Livro de Samuel.  

mai 31

EVANGELHO: À LUZ DO RESSUSCITADO

LITURGIA EM FOCO

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO – QUINTA-FEIRA – 31/05/2018 –

Evangelho (Mc 14,12-16.22-26)

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

12No primeiro dia dos Ázimos, quando se imolava o cordeiro pascal, os discípulos disseram a Jesus: 'Onde queres que façamos os preparativos para comeres a Páscoa?' 13Jesus enviou então dois dos seus discípulos e lhes disse: 'Ide à cidade. Um homem carregando um jarro de água virá ao vosso encontro. Segui-o 14e dizei ao dono da casa em que ele entrar: 'O Mestre manda dizer: onde está a sala em que vou comer a Páscoa com os meus discípulos?' 15Então ele vos mostrará, no andar de cima, uma grande sala, arrumada com almofadas. Ali fareis os preparativos para nós!' 16Os discípulos saíram e foram à cidade. Encontraram tudo como Jesus havia dito, e prepararam a Páscoa. 22Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e, tendo pronunciado a bênção, partiu-o e entregou-lhes, dizendo: 'Tomai, isto é o meu corpo'. 23Em seguida, tomou o cálice, deu graças, entregou-lhes e todos beberam dele. 24Jesus lhes disse: 'Isto é o meu sangue, o sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos. 25Em verdade vos digo, não beberei mais do fruto da videira, até o dia em que beberei o vinho novo  no Reino de Deus'. 26Depois de terem cantado o hino, foram para o monte das Oliveiras.     

– Palavra da salvação!      

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=28

mai 31

LITURGIA: PARTILHA E APROXIMAÇÃO

CORPUS CHRISTI -2018

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – QUINTA-FEIRA – SOLENIDADE DO SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO – 31/05/2018 –

PRIMEIRA LEITURA

LEITURA DO LIVRO DO ÊXODO – (Ex 24,3-8) –

Naqueles dias: 3Moisés veio e transmitiu ao povo todas as palavras do Senhor e todos os decretos. O povo respondeu em coro: 'Faremos tudo o que o Senhor nos disse'. 4Então Moisés escreveu todas as palavras do Senhor. Levantando-se na manhã seguinte, ergueu ao pé da montanha um altar e doze marcos de pedra pelas doze tribos de Israel. 5Em seguida, mandou alguns jovens israelitas oferecer holocaustos e imolar novilhos como sacrifícios pacíficos ao Senhor. 6Moisés tomou metade do sangue e o pôs em vasilhas, e derramou a outra metade sobre o altar. 7Tomou depois o livro da aliança e o leu em voz alta ao povo, que respondeu: 'Faremos tudo o que o Senhor disse e lhe obedeceremos'. 8Moisés, então, com o sangue separado, aspergiu o povo, dizendo: 'Este é o sangue da aliança, que o Senhor fez convosco, segundo todas estas palavras'.

- Palavra do Senhor!

– Graças a Deus.

 SEGUNDA LEITURA

LEITURA DA CARTA AOS HEBREUS (Hb 9,11-15)

Irmãos: 11Cristo veio como sumo-sacerdote dos bens futuros. Através de uma tenda maior e mais perfeita, que não é obra de mãos humanas, isto é, que não faz parte desta criação, 12e não com o sangue de bodes e bezerros, mas com o seu próprio sangue, ele entrou no Santuário uma vez por todas, obtendo uma redenção eterna. 13De fato, se o sangue de bodes e touros, e a cinza de novilhas espalhada sobre os seres impuros os santifica e realiza a pureza ritual dos corpos, 14quanto mais o Sangue de Cristo, purificará a nossa consciência das obras mortas, para servirmos ao Deus vivo, pois, em virtude do espírito eterno, Cristo se ofereceu a si mesmo a Deus como vítima sem mancha. 15Por isso, ele é mediador de uma nova aliança. Pela sua morte, ele reparou as transgressões cometidas no decorrer da primeira aliança. E, assim, aqueles que são chamados recebem a promessa da herança eterna.

 - Palavra do Senhor!

 – Graças a Deus.

                                 FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=2

mai 30

A PALAVRA DE DEUS: PALAVRA QUE EDIFICA

NOVA LOGO DO BLOG

A PALAVRA PARA VOCÊ –

QUARTA-FEIRA – 30/05/2018 –

I LIVRO DO PROFETA SAMUEL - Capítulo 16, 1-13 –

 – DAVI É UNGIDO REI –

1O Senhor disse-lhe: Até quando chorarás tu Saul, tendo-o eu rejeitado da realeza de Israel? Enche o teu corno de óleo. Vai; envio-te a Isaí de Belém, porque escolhi um rei entre os seus filhos.2Samuel respondeu: Como hei de ir? Se Saul souber, matar-me-á. O Senhor disse: Levarás contigo uma novilha e dirás que vais oferecer um sacrifício ao Senhor.3Convidarás Isaí ao sacrifício, e eu te mostrarei o que deverás fazer. Ungirás para mim aquele que eu mandar.4Fez Samuel como o Senhor queria. Ao chegar a Belém, os anciãos da cidade vieram-lhe ao encontro, inquietos: É de paz a tua vinda?, perguntaram-lhe.5Sim, disse ele; venho oferecer um sacrifício ao Senhor; purificai-vos para a cerimônia. Ele mesmo purificou Isaí e seus filhos e os convidou ao sacrifício.6Logo que entraram, Samuel viu Eliab e pensou consigo: Certamente é esse o ungido do Senhor.7Mas o Senhor disse-lhe: Não te deixes impressionar pelo seu belo aspecto, nem pela sua alta estatura, porque eu o rejeitei. O que o homem vê não é o que importa: o homem vê a face, mas o Senhor olha o coração.8Isaí chamou Abinadab e fê-lo passar diante de Samuel. Não é tampouco este, pensou Samuel, que o Senhor escolheu.9Isaí fez passar Sama. Não é ainda este que escolheu o Senhor, pensou Samuel.10Isaí mandou vir assim os seus sete filhos diante do profeta, que lhe disse: O Senhor não escolheu nenhum deles.11E ajuntou: Estão aqui todos os teus filhos? Resta ainda o mais novo, confessou Isaí, que está .pastoreando as ovelhas. Samuel ordenou a Isaí: Manda buscá-lo, pois não nos poremos à mesa antes que ele esteja aqui.12E Isaí mandou buscá-lo. Ele era louro, de belos olhos e mui formosa aparência. O Senhor disse: Vamos, unge-o: é ele.13Samuel tomou o corno de óleo e ungiu-o no meio dos seus irmãos. E, a partir daquele momento, o Espírito do Senhor apoderou-se de Davi. Samuel, porém, retomou o caminho de Ramá.

  FONTE: http://claret.org.br/biblia __________________________________________ *Leitura do Livro de Samuel.  

mai 30

EVANGELHO: À LUZ DO RESSUSCITADO

BÍBLIA - 2016

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – QUARTA-FEIRA – 30/05/2018 –

Evangelho (Mc 10,32-45)

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo: 32Os discípulos estavam a caminho subindo para Jerusalém. Jesus ia na frente. Os discípulos estavam espantados, e aqueles que iam atrás estavam com medo. Jesus chamou de novo os Doze à parte e começou a dizer-lhes o que estava para acontecer com ele: 33'Eis que estamos subindo para Jerusalém, e o Filho do Homem vai ser entregue aos sumos sacerdotes e aos doutores da Lei. Eles o condenarão à morte e o entregarão aos pagãos. 34Vão zombar dele, cuspir nele, vão torturá-lo e matá-lo. E depois de três dias ele ressuscitará.' 35Tiago e João, filhos de Zebedeu, foram a Jesus e lhe disseram: 'Mestre, queremos que faças por nós o que vamos pedir.' 36Ele perguntou: 'O que quereis que eu vos faça?' 37Eles responderam: 'Deixa-nos sentar um à tua direita e outro à tua esquerda, quando estiveres na tua glória!' 38Jesus então lhes disse: 'Vós não sabeis o que pedis. Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber? Podeis ser batizados com o batismo com que vou ser batizado?' 39Eles responderam: 'Podemos.' E ele lhes disse: 'Vós bebereis o cálice que eu devo beber, e sereis batizados com o batismo com que eu devo ser batizado. 40Mas não depende de mim conceder o lugar à minha direita ou à minha esquerda. É para aqueles a quem foi reservado'. 41Quando os outros dez discípulos ouviram isso, indignaram-se com Tiago e João. 42Jesus os chamou e disse: 'Vós sabeis que os chefes das nações as oprimem e os grandes as tiranizam. 43Mas, entre vós, não deve ser assim: quem quiser ser grande, seja vosso servo; 44e quem quiser ser o primeiro, seja o escravo de todos. 45Porque o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate para muitos.'     

– Palavra da salvação!      

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=28

mai 30

LITURGIA: PARTILHA E APROXIMAÇÃO

LITURGIA DA PALAVRA

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – QUARTA-FEIRA – 30/05/2018 –

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PEDRO – (1Pd 1,18-25) –

Caríssimos: 18Sabeis que fostes resgatados da vida fútil herdada de vossos pais, não por meio de coisas perecíveis, como a prata ou o ouro, 19mas pelo precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro sem mancha nem defeito. 20Antes da criação do mundo, ele foi destinado para isso, e neste final dos tempos, ele apareceu, por amor de vós. 21Por ele é que alcançastes a fé em Deus. Deus o ressuscitou dos mortos e lhe deu a glória, e assim, a vossa fé e esperança estão em Deus. 22Pela obediência à verdade, purificastes as vossas almas, para praticar um amor fraterno sem fingimento. Amai-vos, pois, uns aos outros, de coração e com ardor. 23Nascestes de novo, não de uma semente corruptível, mas incorruptível, mediante a palavra de Deus, viva e permanente. 24Com efeito, 'toda carne é como erva, e toda a sua glória como a flor da erva; secou-se a erva, cai a sua flor. 25Mas a palavra do Senhor permanece para sempre.' Ora, esta palavra é a que vos foi anunciada no Evangelho.

- Palavra do Senhor!

– Graças a Deus. 

                                 FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=2

mai 29

A PALAVRA DE DEUS: PALAVRA QUE EDIFICA

NOVA LOGO DO BLOG

A PALAVRA PARA VOCÊ –

TERÇA-FEIRA – 29/05/2018 –

I LIVRO DO PROFETA SAMUEL - Capítulo 15, 10-30.36 –

 – SAUL É REPROVADO PELO SENHOR

10O Senhor disse a Samuel:11Arrependo-me de ter feito rei a Saul; ele se desviou de mim e não executou as minhas ordens. Samuel irritou-se com isso, e clamou ao Senhor durante toda a noite.12Na manhã seguinte, indo ao encontro de Saul, alguém veio dizer-lhe: Saul chegou ao Carmelo e erigiu ali uma estela, retomando em seguida o seu caminho para Gálgala.13Samuel foi ter com ele; Saul disse-lhe: Deus te abençoe! Cumpri, a ordem do Senhor.14Samuel disse-lhe: Mas que balidos de ovelhas são esses que ressoam aos meus ouvidos, e esses mugidos de gado que ouço?15É a presa tomada aos amalecitas, respondeu Saul. O povo poupou o melhor das ovelhas e dos bois para os sacrificar ao Senhor, teu Deus; o resto, votamo-lo ao interdito.16Samuel disse-lhe: Basta! vou cientificar-te do que o Senhor me disse esta noite. Fala, disse Saul.17E Samuel: Por pequeno que foste aos teus próprios olhos, acaso não te tornaste o chefe das tribos de Israel, e não te consagrou o Senhor, rei de Israel?18O Senhor te havia dado uma ordem, e te havia dito que votasses ao interdito esses pecadores, os amalecitas, combatendo-os até o completo extermínio.19Por que não ouviste a sua voz? Por que te lançaste sobre os despojos fazendo o mal aos olhos do Senhor.?20Mas eu obedeci à voz do Senhor, replicou Saul; fui pelo caminho que ele me traçou, trouxe Agag, rei de Amalec, e votei ao interdito os amalecitas.21O povo somente tomou dos despojos algumas ovelhas e bois, à guisa de primícias do interdito, para os sacrificar ao Senhor, teu Deus, em Gálgala.22Samuel replicou-lhe: Acaso o Senhor se compraz tanto nos holocaustos e sacrifícios como na obediência à sua voz? A obediência é melhor que o sacrifício e a submissão vale mais que a gordura dos carneiros.23A rebelião é tão culpável quanto a superstição; a desobediência é como o pecado de idolatria. Pois que rejeitaste a palavra do Senhor, também ele te rejeita e te despoja da realeza!24Saul disse: Pequei! Transgredi a ordem do Senhor e as tuas instruções, pois tive medo do povo e ouvi a sua voz.25Agora, peço-te, perdoa o meu pecado, e volta comigo para que eu adore o Senhor.26Não voltarei contigo!, exclamou Samuel. Rejeitaste a palavra do Senhor, por isso o Senhor te rejeita, e não quer mais que sejas rei de Israel.27Samuel voltou-se e ia-se retirando, mas Saul agarrou-o pela ponta do manto, o qual se rasgou.28Samuel disse-lhe: Assim o Senhor arranca hoje de ti a realeza sobre Israel, a fim de dá-la a outro melhor do que tu.29Aquele que é a verdade de Israel não mente, nem se arrepende, pois não é um homem para se arrepender.30Saul respondeu: Pequei, mas rogo-te que (continues) a honrar-me na presença. dos anciãos de meu povo e diante de Israel. Volta comigo, para eu adorar o Senhor, teu Deus! 36Samuel afligia-se por causa de Saul, por se ter o Senhor arrependido de tê-lo feito rei de Israel.

  FONTE: http://claret.org.br/biblia __________________________________________ *Leitura do Livro de Samuel.  

mai 29

EVANGELHO: À LUZ DO RESSUSCITADO

BÍBLIA - 2016

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – TERÇA-FEIRA – 29/05/2018 –

Evangelho (Mc 10,28-31)

O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo  segundo São Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo: 28Começou Pedro a dizer a Jesus: 'Eis que nós deixamos tudo e te seguimos.' 29Respondeu Jesus: 'Em verdade vos digo, quem tiver deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos, campos, por causa de mim e do Evangelho, 30receberá cem vezes mais agora, durante esta vida - casa, irmãos, irmãs, mães, filhos e campos, com perseguições - e, no mundo futuro, a vida eterna. 31Muitos que agora são os primeiros serão os últimos. E muitos que agora são os últimos serão os primeiros.' Para Deus tudo é possível.'     

– Palavra da salvação!      

— Glória a vós, Senhor.

 

FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=28

mai 29

LITURGIA: PARTILHA E APROXIMAÇÃO

LITURGIA DA PALAVRA

8ª SEMANA DO TEMPO COMUM – TERÇA-FEIRA – 29/05/2018 –

LEITURA DA PRIMEIRA CARTA DE SÃO PEDRO – (1Pd 1,10-16) –

Caríssimos: 10Esta salvação tem sido objeto das investigações e meditações dos profetas. Eles profetizaram a respeito da graça que vos estava destinada. 11Procuraram saber a que época e a que circunstâncias se referia o Espírito de Cristo, que estava neles, ao anunciar com antecedência os sofrimentos de Cristo e a glória consequente. 12Foi-lhes revelado que, não para si mesmos, mas para vós, estavam ministrando estas coisas, que agora são anunciadas a vós por aqueles que vos pregam o evangelho em virtude do Espírito Santo, enviado do céu; revelações essas, que até os anjos desejam contemplar! 13Por isso, aprontai a vossa mente; sede sóbrios e colocai toda a vossa esperança na graça que vos será oferecida na revelação de Jesus Cristo. 14Como filhos obedientes, não modeleis a vossa vida de acordo com as paixões de antigamente, do tempo da vossa ignorância. 15Antes, como é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos, também vós, em todo o vosso proceder. 16Pois está na Escritura: 'Sede santos, porque eu sou santo'.

- Palavra do Senhor!

– Graças a Deus. 

                                 FONTE: http://liturgiadiaria.cnbb.org.br/app/user/user/UserView.php?ano=2018&mes=4&dia=2    

mai 28

EDITORIAL DA SEMANA: UM OLHAR PARA DEUS

QUEM É DEUS

SOBRE DEUS, O QUE DIZER?

*Por Luiz Antonio de Moura - 

A busca da resposta para a pergunta tema, impõe a tentativa de traçar um perfil de Deus. Do Deus de todos os tempos, sem qualquer separação ou mesmo divisão temporal. Aqui, para nós, não importa falar sobre o Deus do Antigo ou do Novo Testamento; do Deus de Abraão, de Isaac e de Jacó ou do Deus de Jesus Cristo, posto que, desde o início deve ficar bem definido que Deus é um só e é atemporal.

Há algum tempo tomei conhecimento sobre um homem que afirmava, de forma convicta, não aceitar o Deus do Antigo testamento. Ao ser questionado sobre o porquê de tal convicção, ele dizia que, em Jesus Cristo acreditava um pouco e até sentia alguma simpatia por Ele, mas, pelo Deus do Antigo Testamento, “um Deus mal, guerreiro, vingador e vingativo, que matava inocentes ao fio da espada”, não guardava nenhum sentimento bom, chegando mesmo a declarar certa “ojeriza” por tal Deus.

Pelas declarações daquele homem, pude perceber rapidamente a enorme confusão que grande parte dos seres humanos fazem a respeito de Deus que, por fim, é um só! Bem, é claro que não basta falar que Deus é um só. É preciso deixar claro quem é Deus, onde Ele fica, de que forma atua, e com que objetivos se faz presente no meio dos homens.

A primeira notícia que a Bíblia nos traz sobre Deus é aquela retratada no primeiro capítulo e no primeiro versículo do Livro do Gênesis: “No princípio, Deus criou o céu e a terra”. Ou seja, é-nos revelada a existência de um Deus Criador. Um Deus que, ao contemplar toda a vastidão da terra, informe e vazia, conforme narrado nos primeiros versículos do capítulo 1, do Livro do Gênesis, decide criar. E criar, não com passes de mágica, mas, com sabedoria e conhecimento, distribuindo vida a tudo aquilo que julga ser essencial para o conjunto daquela obra. Deus é, portanto, autor da vida. Deus é vida!

Assim, o autor sagrado afirma que a terra estava envolta em trevas. E Deus diz: “Faça-se a luz”. E existiu a luz! Deus age às claras, não, nas trevas, na escuridão. Feita por Ele e por Ele utilizada para iluminar a terra coberta pelas trevas, Deus é Luz!

Deus é Criador, é vida e é luz!

A Criação, porém, tem seu curso natural, porque, a partir dos primeiros movimentos, e com a criação do firmamento, a quem Ele chama de céu, Deus faz uma organização das coisas, separando terra, águas e firmamento. O firmamento é o lugar destinado aos corpos celestes que, a seu tempo, serão criados também. Porém, é preciso, antes, ajuntar num só lugar todas as águas que estão sob o firmamento, atribuindo-lhes o nome de mares e ordenando o aparecimento do elemento árido, denominado terra. Agora, sim, começa a haver certa ordem: céu, terra e mares! Deus é organizado e organizador. É prático e sabe perfeitamente aonde pretende chegar com estes primeiros e decisivos atos criacionais. Deus é perfeito!

Na sequência da Criação, Deus ordena que a terra produza a erva verde e, principalmente, que dê sementes! Que produza árvores frutíferas, que deem frutos e, destes, as sementes. Deus não apenas dá a vida, mas, e, sobretudo, as condições para a continuidade do processo de criação. Por meio das sementes caídas ou lançadas no solo, a vida se multiplica num eterno produzir e reproduzir. Aqui, Deus apresenta dois intentos: condições de alimentação e proliferação das espécies! Deus não é egocêntrico.

Lançada a vida no solo, Deus dirige o olhar para o firmamento (céu) e ordena o surgimento de luzeiros próprios para o dia e para a noite, demarcando, também, a contagem do tempo. O luzeiro do dia é maior do que o outro, destinado a iluminar a noite, com a adição das estrelas, de modo a separar de forma bastante nítida a luz, das trevas. Deus não esconde nada: existem as trevas, mas, também, a luz. Deus é magnânimo!

Entre a terra e o firmamento, não pode existir um vácuo de vida. Assim, ordena a criação de répteis animados e viventes, de modo que as aves voem sobre a terra e embaixo do céu. A vida se alastra de todas as formas sobre a terra.

Deus é Criador, é vida, é luz, é perfeito, não é egocêntrico, é magnânimo!

A narrativa do Gênesis repara no olhar de Deus na direção das águas. Ora, se a terra produz e se o firmamento já está formado, é necessário que, das águas, exploda, também, a vida. O alimento e as mesmas condições de procriação e de reprodução dos seres. E Deus cria os grandes peixes e todos os demais animais cuja vida é desenvolvida nas profundezas dos mares e dos oceanos, segundo a sua espécie.

Deus olha para todo aquele cenário, que até pouco tempo era inóspito, vazio, negro e sem vida e, agora, depois de tudo o que foi criado, contempla tamanha beleza e, conforme ressaltado pelo autor sagrado, “viu que tudo era bom”. Deus é zeloso! Porque assim ocorreu desde o primeiro dia. Ao final de cada jornada, o autor repete: “E Deus viu que isso era bom”.

Deus ordenou, ainda, que a terra produzisse animais viventes segundo a sua espécie, animais domésticos e selváticos, segundo a sua espécie, e todos os répteis, também, segundo a sua espécie.

Tudo era bom. Tudo estava bom. Se, porém, a terra e as águas estavam prontas para a vida, tanto sob o aspecto produtivo quanto sob o reprodutivo, dispensando o Criador de maiores cuidados, faltava criar um ser capaz de a tudo organizar, manter organizado e, por fim, comandar com vigor e com pleno domínio, de tudo se assenhoreando como verdadeiro proprietário e usufrutuário. Alguém que, diferentemente das ervas, das árvores frutíferas, das aves, dos peixes, dos animais selváticos e domésticos, dos répteis e dos luzeiros do firmamento, fosse dotado de inteligência, de razão e de capacidade de interagir com toda a Criação e com a própria espécie.

Se até o quinto dia Deus pareceu agir por vontade própria na criação e na ordenação de tudo, no sexto dia, porém, Ele revela a ação em plena comunhão com o Verbo e com o Espírito Santo e afirma: “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança, e presida aos peixes do mar, e às aves do céu, e aos animais selváticos, e a toda a terra, e a todos os répteis, que se movem sobre a terra” (Gn 1, 26)

E o Autor sagrado afirma que “O Senhor Deus formou, pois, o homem do barro da terra, e inspirou no seu rosto um sopro de vida, e o homem tornou-se alma vivente” (Gn 2, 7).

Deus é o Senhor da Vida!

O que vimos até aqui é apenas uma pálida, e humana, ideia sobre Deus. Dá para perceber, no entanto, que Deus é de todo especial e que, além disso, age com imenso e com intenso amor quando cria todas as coisas, reservando ao ser humano o ponto mais elevado da Criação.

Não existe margem, portanto, para dúvidas quanto à magnanimidade de Deus que, na condição de Pai Nosso, age em nosso benefício e, por esta razão, está sempre pronto para vir ao nosso encontro, para sarar nossas feridas e curar nossas enfermidades, sendo absolutamente equivocada a compreensão de alguns que, olhando de forma fundamentalista para as Sagradas Escrituras, delas extraem uma figura divina totalmente deformada e destoante da verdadeira imagem de Deus, refletida em toda a sua dimensão em Jesus Cristo, Seu filho Unigênito.

É preciso dizer que Jesus traz-nos a revelação do Pai, e é no modo de agir e na forma como cuida das pessoas que Jesus revela a verdadeira face de Deus, porque, pelo mistério da Trindade, podemos perceber a atuação do Pai, do filho e do Espírito Santo, de modo distinto, mas, em comunhão e em perfeita unidade. Pessoas distintas, porém, com a mesma essência. Deus Uno e Trino!

Este texto é parte integrante de um projeto mais abrangente no qual estamos trabalhando, justamente, para tentar reverter a falsa compreensão que muitos possuem a respeito deste Deus, Pai de bondade e de misericórdia que, desde os tempos mais remotos, caminha ao lado dos seres humanos, revelando-se cada vez mais ser o DEUS CONOSCO! O Deus que age e interage conosco de forma plena e permanente e, se não O percebemos ou se não O reconhecemos é porque ainda não conseguimos abrir-nos inteiramente para Aquele que é tudo em todos e por todos porque, em permanente comunhão na Trindade, quer-nos, também, em comunhão n’Ele e com Ele, para o que, precisamos estar totalmente abertos e despojados.

Voltaremos ao tema em breve. Por ora, basta que os leitores/leitoras voltem-se para as Sagradas Escrituras e apreciem a atuação de Deus no meio da Criação, especialmente, dos seres humanos de todos os tempos. Leia, pausadamente, a Bíblia, e reflita sobre tudo. Seja feliz, e boa sorte!

________________________________________________

*Luiz Antonio de Moura é um pensador espiritualista, um caminhante e um cultor do silêncio.

 

Posts mais antigos «

Apoio: