Lisaac

Sementes de vida, ������© tempo de semear

Arquivo por mês: junho 2016

jun 30

LEIA E VIVA O EVANGELHO TODOS OS DIAS DA SUA VIDA

BÍBLIA DE DOMINGO

13ª SEMANA COMUM – QUINTA-FEIRA – 30/06/2016 –

 Evangelho  (Mt 9,1-8)

 — O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

—  PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo segundo  Mateus

— Glória a vós, Senhor.

 Naquele tempo, 1entrando em um barco, Jesus atravessou para a outra margem do lago e foi para a sua cidade. 2Apresentaram-lhe, então, um paralítico deitado numa cama. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: “Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados!”

3Então alguns mestres da Lei pensaram: “Esse homem está blasfemando!” 4Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: “Por que tendes esses maus pensamentos em vossos corações? 5O que é mais fácil, dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te e anda’?

6Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder para perdoar pecados, — disse, então, ao paralítico — “Levanta-te, pega a tua cama e vai para a tua casa”. 7O paralítico então se levantou, e foi para a sua casa. 8Vendo isso, a multidão ficou com medo e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens.

 –  Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/    

jun 30

A LITURGIA VIVIFICA A PALAVRA

LITURGIA EM FOCO

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 13ª SEMANA COMUM – QUINTA-FEIRA – 30/06/2016 –

LEITURA DA PROFECIA DE AMÓS – (Am 7,10-17) –

Naqueles dias, 10Amasias, sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: “Amós conspira contra ti, dentro da própria casa de Israel; o país não consegue evitar que se espalhem todas as suas palavras. 11Ele anda dizendo: ‘Jeroboão morrerá pela espada, e Israel será deportado de sua própria pátria, como escravo’”.

12Disse depois Amasias a Amós: “Vidente, sai e procura refúgio em Judá, onde possas ganhar teu pão e exercer a profecia; 13mas em Betel não deverás insistir em profetizar, porque aí fica o santuário do rei e a corte do reino”.

14Respondeu Amós a Amasias, dizendo: “Não sou profeta nem sou filho de profeta; sou pastor de gado e cultivo sicômoros. 15O Senhor chamou-me, quando eu tangia o rebanho, e o Senhor me disse: ‘Vai profetizar para Israel, meu povo’.

16E agora ouve a Palavra do Senhor. Tu dizes: ‘Não profetizes contra Israel e não insinues palavras contra a casa de Isaac’. 17Pois bem, isto diz o Senhor: ‘Tua mulher se prostituirá na cidade, teus filhos e filhas morrerão pela espada, tuas terras serão tomadas e loteadas; tu mesmo morrerás em terra poluída, e Israel será levado em cativeiro para longe de seu país’”.

.- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/

jun 29

O PASSADO DEVE FAZER PARTE DO PRESENTE

OLHAR PARA TRÁS

UM OLHAR PARA O PASSADO –

*Por Luiz Antonio de Moura –

            Olhar para frente, para o futuro, é o conselho que mais ouvimos em nossas vidas, desde a adolescência até quase o final da vida. Essa é a meta, a direção para focar nossas lentes, sempre tentando alcançar algo que está quase sendo tocado por nossos dedos.

            Entretanto, não é recomendável esquecer o passado. Ele tem muito a ensinar. Todos nós temos muito o que aprender com o passado, seja pelo que passamos pessoalmente, seja pelo que vimos outros passarem. Seja pelo bem ou pelo mal que praticamos e pudemos observar as consequências, seja, ainda, pelas omissões que fizeram de nós  estátuas vivas diante de um mundo em ebulição, sedento da nossa manifestação, da nossa atitude ou da nossa palavra.

            Ao voltarmos nosso olhar para trás, nem sempre conseguimos ver coisas muito boas. Normalmente, por causa da nossa condição humana, alguns episódios tenebrosos vêm à mente trazendo, muitas vezes, tristezas, amarguras, arrependimentos e angústias. Porém, trazem, também, preciosas lições, por conta de tudo aquilo que, um dia em nossas vidas, fomos capazes de fazer, falar ou mesmo de omitir.

            Não restam dúvidas quanto à coragem necessária para este desvio de foco. Por falta de coragem é que muitos dizem: “esqueça o passado, olha para frente” ou a famosa frase “quem vive de passado é museu”, e por aí vai. No entanto, o museu também é visitado e revisitado inúmeras vezes por pessoas que sabem perfeitamente o que lá irão encontrar. Fazem-no, pelo prazer de rever peças, quadros, recordações que sequer dizem respeito às próprias vidas, mas que algumas recordações trazem ao coração e à alma. Sentimentos só percebidos pelo espírito daquele que está ali, pela primeira ou pela enésima vez.

            Visitar o passado, principalmente o nosso, e tudo o que com ele está relacionado, é permitir-se um reencontro consigo mesmo, reapreciando e recordando feições, lugares, coisas, fatos, dramas, histórias de amor, de despedidas, de sucessos, de derrotas, de arroubos, de humilhações, de alegrias, de emoções e de tudo aquilo que, como num enredo de um filme, fomos os atores, principais ou coadjuvantes, mas atores participantes. Batemos, apanhamos, xingamos, brigamos, amamos, ajudamos, rimos, choramos, perdemos e ganhamos e hoje, ao revivermos todo aquele espetáculo, ouvimos os aplausos do tempo.

            É bom passar por esta experiência! É bom volvermos o nosso espírito para o passado, permitindo-lhe tantas emoções com aquelas cenas todas pelas quais passamos. É gratificante viajar para o mundo de onde viemos, olhando cada pedra das estradas que já percorremos, revendo os riachos onde paramos para saciar nossa sede, recordando tantos episódios que marcaram as nossas vidas de tal forma, que até hoje revemos as cicatrizes.

            Reencontramos na longa caminhada para o passado amigos que se foram, inimigos derrotados, castelos demolidos, desertos floridos, infâncias já superadas, cabelos negros, ricos e pobres, fracos e fortes e toda uma gama de atores, muitos dos quais contracenaram conosco nos longas-metragens dos quais participamos. Ouvimos os tiros que disparamos, vemos as pessoas que acertamos, assustamo-nos com os tiros que levamos e quase morremos de susto com as tempestades e os ventos pelos quais passamos.

            Tudo, enfim, está lá, no passado de todos e de cada um de nós. Precisamos fazer esta visita. Uma visita que trará muitas alegrias também, mas que, com certeza, nos mostrará o quanto fomos capazes de crescer de lá para cá. Ou não!

            Visitar o passado é encontrar motivos de sobra para admirar o presente e pensar no futuro com bastante calma e prudência, sem a pressa dos celerados e sem a aflição dos ansiosos porque, com o passado, aprendemos, antes de tudo, que tudo passa! E, se passa, é preciso saborear mais o momento que está sendo vivido. É preciso curtir cada estação do ano, cada sinal de vida emitido pela natureza, cada dia e cada noite. É preciso olhar e admirar cada estrela que brilha nas manhãs de céu azul! É preciso apreciar a lua cheia. É preciso curtir o guizalhar dos grilos, o canto dos pássaros e a guizalhada das cigarras que são chamadas de “malandras”, mas que alegram sobremaneira o ambiente no qual estão inseridas.

            Este é um convite que faço a você, prezado(a) leitor(a). Faço-o, porque tenho feito viagens mais ou menos longas no passado da minha história e da minha vida e posso testemunhar o bem que tem produzido nos atuais dias da minha existência. Portanto, incentivo-o(a) a fazer o mesmo. Apronte suas malas e saia de férias, viajando pelas estradas da vida que te trouxeram até aqui. Você, certamente, gostará da experiência também. Boa viagem!

____________________________________________________
*Luiz Antonio de Moura é graduado em Direito (Universidade Católica de Petrópolis), pós-graduado em Direito do Trabalho (Universidade Estácio de Sá) e em Administração Pública (Fundação Getúlio Vargas-RJ), trabalha no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região - RJ e, atualmente, é aluno de Teologia no Instituto Teológico Franciscano - ITF, em Petrópolis-RJ. Administra o site www.lisaac.blog.br e a página Sementes de vida: É tempo de semear, no Facebook.

jun 29

A PALAVRA DE DEUS É NOTÁVEL

PORCOS AO MAR

OS DEMÔNIOS PREFERIRAM OS PORCOS - 

*Por Monsenhor Paulo Daher - 

Em Mateus, 8, 28-34, Jesus chegou à região dos gadarenos, apresentaram pessoas possuídas pelo demônio que diziam: “que tens a ver conosco, Filho de Deus.”  Os demônios pediram para entrar na manada de porcos. Jesus consentiu. E eles assim o fizeram e se jogaram ao mar. Os habitantes pediram a Jesus para ele ir embora daquela região.

A Palavra de Deus é notável. Em tudo, o que os santos e profetas nos apresentam como Deus dirigindo-se a nós, a resposta das pessoas, a confiança ou não em Deus, enfim tudo o que faz parte da vida do povo de Deus, da proteção do Senhor, de fatos previstos ou não, são lições e respostas para todas as pessoas em todos os tempos. Ele é sempre o mesmo: de coração rico em misericórdia(Ef 2,4) .

Neste caso de hoje, encontramos claramente o que de fato fica sendo para as pessoas uma grande razão de seu viver, como uma força inata que não podemos perder: os bens materiais que recebemos ou adquirimos, que servindo à nossa sobrevivência tornam-nos escravos deles.

Sempre foi e será assim na vida humana: o poder se mostra forte e quase insuperável  quando é garantido pelos bens materiais.

Os noticiários das desgraças de perdas materiais, enchentes, incêndio, guerras, são mais notícia chamativa pelo que se perde do que pelo sofrimento humano do desamparo, da fome, do estado humilhante de precisar depender  dos outros para sobreviver.  A sociedade se dá por satisfeita quando acorre, vai no momento ver como fazer sair da situação trágica, busca logo soluções imediatas. Passado isso, cada um  fica remoendo sua perda e seu isolamento e esquecimento no seu desamparo real.

Para termos uma visão ainda maior dessa nossa natureza humana egoísta que precisa da cura de Jesus, expulsando esses demônios que nos atormentam a vida inteira é quando morre alguém. Participamos dos primeiros momentos de tudo, com sinceridade e amor. Mas passado o enterro, a missa de 7º  dia, a família fica curtindo o isolamentos sozinha em casa, e em seu coração. Cumprimos nossos dever na hora. E depois?

______________________________________________

*Monsenhor Paulo Daher é Sacerdote da  Diocese de Petrópolis, e colabora enviando gentilmente seus comentários aos textos litúrgicos da semana.

jun 29

LEIA E VIVA O EVANGELHO TODOS OS DIAS DA SUA VIDA

BÍBLIA DE DOMINGO

13ª SEMANA COMUM – QUARTA-FEIRA – 29/06/2016 –

 Evangelho  (Mt 8,28-34)

 — O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

—  PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo segundo  Mateus

— Glória a vós, Senhor.

 Naquele tempo, 28quando Jesus chegou à outra margem do lago, na região dos gadarenos, vieram ao seu encontro dois homens possuídos pelo demônio, saindo dos túmulos. Eram tão violentos, que ninguém podia passar por aquele caminho. 29Eles então gritaram: “Que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?”.

30Ora, a certa distância deles, estava pastando uma grande manada de porcos. 31Os demônios suplicavam-lhe: “Se nos expulsas, manda-nos para a manada de porcos”.

32Jesus disse: “Ide”. Os demônios saíram, e foram para os porcos. E logo toda a manada atirou-se monte abaixo para dentro do mar, afogando-se nas águas. 33Os homens que guardavam os porcos fugiram e, indo até a cidade, contaram tudo, inclusive o caso dos possuídos pelo demônio. 34Então a cidade toda saiu ao encontro de Jesus. Quando o viram, pediram-lhe que se retirasse da região deles.

 –  Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/    

jun 29

A LITURGIA VIVIFICA A PALAVRA

LITURGIA EM FOCO

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 13ª SEMANA COMUM – QUARTA-FEIRA – 29/06/2016 –

LEITURA DA PROFECIA DE AMÓS – (Am 5,14-15.21-24) –

14Buscai o bem, não o mal, para terdes mais vida, só assim o Senhor Deus dos exércitos vos assistirá, como tendes afirmado. 15Odiai o mal, amai o bem, restabelecei a justiça no julgamento, talvez o Senhor Deus dos exércitos se compadeça do resto da tribo de José. 21“Aborreço, rejeito vossas festas, diz o Senhor, não me agradam vossas assembleias de culto. 22Se me oferecerdes holocaustos, não aceitarei vossas oblações e não farei caso de vossos gordos animais de sacrifício. 23Livra-me da balbúrdia dos teus cantos, não quero ouvir a toada de tuas liras. 24Que a justiça seja abundante como água e a vida honesta, como torrente perene”.

.- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/

jun 28

LEIA E VIVA O EVANGELHO TODOS OS DIAS DA SUA VIDA

BÍBLIA DE DOMINGO

13ª SEMANA COMUM – TERÇA-FEIRA – 28/06/2016 –

 Evangelho  (Mt 8,23-27)

 — O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

—  PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo segundo  Mateus

— Glória a vós, Senhor.

 Naquele tempo, 23Jesus entrou na barca, e seus discípulos o acompanharam. 24E eis que houve uma grande tempestade no mar, de modo que a barca estava sendo coberta pelas ondas. Jesus, porém, dormia.

25Os discípulos aproximaram-se e o acordaram, dizendo: “Senhor, salva-nos, pois estamos perecendo!”26Jesus respondeu: “Por que tendes tanto medo, homens fracos na fé?” Então, levantando-se, ameaçou os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria. 27Os homens ficaram admirados e diziam: “Quem é este homem, que até os ventos e o mar lhe obedecem?”

 –  Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/    

jun 28

A LITURGIA VIVIFICA A PALAVRA

LITURGIA EM FOCO

LEITURA SUGERIDA PARA HOJE – 13ª SEMANA COMUM – TERÇA-FEIRA – 28/06/2016 –

LEITURA DA PROFECIA DE AMÓS – (Am 3,1-8;4,11-12) –

3,1Ouvi, filhos de Israel, a palavra que disse o Senhor para vós e para todas as tribos que eu retirei do Egito:2“Dentre todas as nações da terra, somente a vós reconheci; por isso usarei o castigo por todas as vossas iniquidades. 3Se duas pessoas caminham juntas, não é porque estão de acordo? 4Se o leão ruge na selva, não é porque encontrou a presa? Se no covil rosna o filhote do leão, não é porque agarrou sua parte?

5Acaso, sem armadilha, se prende uma ave no chão? Acaso dispara a armadilha, antes de capturar a presa?6Se ressoa na cidade o toque da trombeta, não fica a população apavorada? Se acontece uma desgraça na cidade, não foi o Senhor que fez? 7Pois nada fará o Senhor Deus, que não revele o plano a seus servos, os profetas. 8Ruge o leão, quem não terá medo? Falou o Senhor Deus, quem não será seu profeta?”4,11“Eu arrasei-vos, como arrasei Sodoma e Gomorra, e ficastes como um tição, retirado da fogueira; e, contudo, não voltastes para mim”, diz o Senhor. 12Por isso, assim te tratarei, Israel; e, porque sabes como te vou tratar, prepara-te, Israel, para ajustar contas com o teu Deus.

 .- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/

jun 27

ORAÇÃO PELA CURA DA DEPRESSÃO

depressão

ORAÇÃO PARA CURA DA DEPRESSÃO

"Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos! Seja conhecida de todos os homens a vossa bondade. 0 Senhor está próximo. Não vos inquieteis com nada!" (Fl 4,4-6a).

Coração de Maria, causa da nossa alegria... rogai por nós!

Amado Senhor, às vezes me sinto tão deprimido(a) que não consigo nem rezar.

Por favor, liberta-me deste cativeiro. Eu Te agradeço, Senhor, pelo Teu poder libertador; e, no poderoso nome de Jesus, expulso de mim o maligno: espírito de depressão, de culpa, de falta de perdão e qualquer força negativa que tenha investido contra mim.

Eu os amarro e expulso em nome de Jesus.

Senhor, arrebenta todas as cadeias que me prendem.

Jesus, peço-Te que voltes até o momento em que esta depressão me atacou e me libertes das raízes deste mal.

Cura todas as minhas lembranças dolorosas. Enche-me com Teu amor, com a Tua paz, com a Tua alegria.

Peço-Te que restaures em mim a alegria da minha salvação. Senhor Jesus, permite que a alegria jorre como um rio das profundezas do meu ser. Eu Te amo, Jesus, eu Te louvo.

Traze ao meu pensamento todas as coisas pelas quais posso agradecer-Te. Senhor, ajuda-me a alcançar-Te e tocar-Te, a manter meus olhos postos em Ti, e não nos problemas.

Eu Te agradeço, Senhor, por seres meu Pastor e me guiares até a saída deste vale sombrio. Glorias a Ti.

Aleluia!

(Esta oração pode ser feita em intercessão, colocando-se o nome da pessoa por quem se reza. "Senhor, às vezes ......................(nome da pessoa) se sente tão deprimido(a)...”)

† (sinal da cruz).

jun 27

LEIA E VIVA O EVANGELHO TODOS OS DIAS DA SUA VIDA

BÍBLIA DE DOMINGO

13ª SEMANA COMUM – SEGUNDA-FEIRA – 27/06/2016 –

 Evangelho  (Mt 8,18-22)

 — O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

—  PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo segundo  Mateus

— Glória a vós, Senhor.

 Naquele tempo, 18vendo uma multidão ao seu redor, Jesus mandou passar para a outra margem do lago.19Então um mestre da Lei aproximou-se e disse: “Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás”.

20Jesus lhe respondeu: “As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. 21Um outro dos discípulos disse a Jesus: “Senhor, permite-me que primeiro eu vá sepultar meu pai”. 22Mas Jesus lhe respondeu: “Segue-me, e deixa que os mortos sepultem os seus mortos”.

  –  Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

  FONTE http://liturgia.cancaonova.com/liturgia/

Posts mais antigos «

Apoio: